quarta-feira, 4 de maio de 2011

Liberte-se

Cabisbaixa acabara de descer do ônibus da escola, vindo do ultimo dia de aula , estava de férias,(todos os  coleguinhas da escola estavam saltitando de alegria), e eu com os olhos cheios de lagrimas indagava baixinho: haaaa “todo esse tempo sozinha” .A escola era a minha única distração, La eu não costumava ver o tempo passar. Dias passaram e chegou o natal, estava muito feliz, mamãe mandou avisar que chegaria a tempo da ceia esse ano.
Coloquei o meu melhor vestido o que ganhei da tia gloria no meu aniversario de 7 anos.
O grande dia chegou mas mamãe não havia telefonado , ela sempre avisa antes de chegar.
Fiquei  ansiosa  a sua espera , mesmo com meu coração gritando que mais uma vez ela não viria, esperei até cansar.. Fui pro meu quarto e meus olhos demonstravam tudo que meu coração sentia.Mais uma vez qualquer outra coisa veio primeiro, do que eu pra ela.
 Passei a noite sentada na janela olhando o natal da família Blitt.
Passavam tantas coisas na minha cabeça, não era inveja, entende? eu pensava...  Como será ter um natal em família sabe,  Eles radiavam tanta felicidade que ultrapassava a janela do meu quarto . Começou a chover forte e trovejar muito ; acabei pegando no sono . foi quando ele apareceu e me deu a mão , Respiração forte e meu coração enganchado na garganta , eu perguntei :  Quem é você ?  E me estendendo a mão disse com uma voz doce e confortável. Venha comigo não tenha medo!
 Levantei-me da cama devagar  e um pouco tremula,  pulei a janela e a lua estava a se por , e eu indaguei : mas pra onde vamos? Esta  “chovendo” e ele  com uma segurança  memorável respondeu  não precisa ter medo da chuva, as rosas precisam ser regadas para se manterem fortes e firmes, e não serem levadas pela tempestade.
Vamos venha .. dance abra os braços liberte-se, sinta a chuva lavando a sua alma .
Rodei , pulei , abri os braços, corri e me senti livre.
E notei que me prendia dentro da minha própria gaiola.
E sempre rejeitava sair. 
Ele já indo embora .. pedi não vá, fique!
Ele me respondeu ai só depende de vc!
Perguntei  mas e vc ? fale quem és !
Eu sou quem vc sempre manteve preso dentro da gaiola , sou a FELICIDADE.
Não tenha medo da solidão, não afaste as pessoas de vc.
Abra a gaiola e seja você mesma e jogue as mascaras e o orgulho fora.
De repente acordei com o sol radiando meu rosto e toda molhada, sentei na cama passei a mão nos cabelos  e quase não acreditei no que se passara, tive o melhor natal da minha vida.
Precisava contar pra alguém fui no banheiro, troquei de roupa e quando fui procurar minhas sandálias embaixo da cama havia um presente La. E nele um bilhete escrito: Minha rosa, não pude estar ai com você, mas tenho certeza que os anjos estiveram. Mamãe te ama.


Aprendi a dar valor a cada momento, a cada por do sol , a cada vento que balança meus cabelos. E a me amar sempre em primeiro lugar sem medo  da felicidade...
E jamais  perder a oportunidade  de “DANÇAR NA CHUVA”.

Por: Condessa Suy 

12 comentários:

  1. adorei,vc ta de parabéns linda
    a foto q vc boto fico perfeita

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo amiga *-*
    Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  3. Sou uma visitante de Blogs, e as vezes me deparo com alguns fantasticos como o seu.
    Então estou aqui apenas de passagem, para divulgar mais um trabalho meu e de outras pessoas, se quiser entrar na sociedade é só me mandar um e-mail, meu Site é:http://www.wix.com/elisa2709/amorcom

    espero que goste.

    ResponderExcluir
  4. Adorei muito !!! Vc tem uma maturidade muito nobre,ao mesmo tempo marcante.Seus pensamentos expressados são belas e vc possui um bom senso,mas também um poder de comovermos.Pelo qual se reflete o que está sentindo...Muito lindo...suas palavras tão doce..E é isso...continue assim...Você é a melhor escritora que me senti lá no fundo...Parabéns !!! Talentosa demais !!! beijos

    ResponderExcluir
  5. Uau gostei faz a imginação fluir pela historia.

    ta de parabéns ^^

    Carlos Volp

    ResponderExcluir
  6. Suy,
    Muito bom o texto, muitos pensamentos e sentimentos expressados de forma que podemos realmente sentir como se fosse a propria garotinha

    Parabens!!!

    ResponderExcluir
  7. Muito lindo texto, bem simples e constagiante.

    ResponderExcluir
  8. Maravilhoso amor, deixou a imaginação seguir e fez um conto muito bom, meus parabens, vc sabe q eu sou seu fã :D

    ResponderExcluir
  9. QUE PERFEIÇÃO!
    FIQUEI EMOCIONADO.

    ResponderExcluir
  10. Um texto que começou fraquinho, como quem não quer nada, mais que nos surpreende, nos comove e faz-nos refletir com a mensagem que aparece em seu decorrer.
    Parabéns Suy por seu dom nato, textos como este alcançam até mesmo corações de pedra não dúvide disto garota, você realmente me atingiu com este texto e tenho certeza que atingirá a outros também, boa sorte.
    Amigávelmente: Mort, Coração de Pedra.....belém-pa

    ResponderExcluir
  11. Aê, será que aquele primeiro comentário é sobre o poema ou sobre a foto hã? Fiquei em dúvida hehe. Opa, que isso! Virei também crítico de comentários!
    Revisadamente: Mort, O Crítico Amador... amador de Poemas Lindos como este! Bom trabalho Suy! E desculpe-me caso algum de meus comentários chegar a ofende-la de alguma maneira, ok!

    ResponderExcluir